Diane Kruger defende Tarantino devido a cena de "Sacanas Sem Lei" - C7nema
Menu
RSS

 



Diane Kruger defende Tarantino devido a cena de "Sacanas Sem Lei"

A atriz Diane Kruger - que vimos recentemente nos cinemas em Uma Mulher Não Chora - veio a público esclarecer a sua experiência a trabalhar com Quentin Tarantino, isto depois de diversos relatos e rumores que implicavam que teria ficado desagradada com a preparação de uma cena de Sacanas Sem Lei em que é sufocada.

Na origem do caso está uma cena de Kill Bill, referenciada num artigo sobre Uma Thurman no The New York Times (e depois explicada por Tarantino em entrevista), e que alegadamente também tinha sucedido com Kruger. 

"À luz das recentes alegações feitas por Uma Thurman contra Harvey Weinstein e a sua experiência de trabalho terrível em Kill Bill, o meu nome foi mencionado em numerosos artigos sobre a cena de estrangulação em Inglourious Basterds (Sacanas Sem Lei)", escreveu Kruger no Instagram. A atriz acrescentou ainda que estes são tempos importantes que o seu coração está com "a Uma [Thurman] e a qualquer pessoa que tenha sido vítima de agressões e abusos sexuais.".

Finalizando, a atriz disse: "Para que fique registado, gostaria de dizer que a minha experiência de trabalho com Quentin Tarantino foi de pura alegria. Ele tratou-me com o mais absoluto respeito e nunca abusou do seu poder ou me forçou a fazer qualquer coisa com a qual eu não estava confortável".



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos