Menu
RSS

 



«The Nice Guys» (Bons Rapazes) por Hugo Gomes

Depois de Deadpool ter demonstrado que os super-heróis conseguem ser indisciplinados, Bons Rapazes é o novo "prego" numa gradual onda politicamente incorreta que tem dado caras na indústria de Hollywood (bem haja).

Nesta continuação não assumida de L.A. Confidencial, com Russell Crowe de novo como um durão justiceiro (ou algo parecido), a célebre cidade dos Anjos veste agora cores groove como memória a uns libertinos anos 70, aqui a indústria pornográfica expande a todo o gás e nisso é evidenciado no seu enredo satírico. Agora com uns "quilinhos" a mais, o conhecido actor de Gladiador e Uma Mente Brilhante (por cá gostamos de pensá-lo como o Jeffrey Wingand de O Informador, de Michael Mann) faz dupla com um Ryan Gosling caricatural e sem rédeas, e os resultados chegam a ser … surpreendentemente explosivos.

Shane Black tem um upgrade (e um lifting) do seu anterior, não tão bem sucedido, Kiss Kiss Bang Bang (a sua estreia na direção), onde conseguiu ressuscitar Robert Downey Jr. à comunidade cinéfila e tentou, falhando descaradamente, resgatar Val Kilmer, e para além disso tem no seu currículo o muito amado A Arma Mortífera, um dos pedestais do buddy cop movie. É o regresso das duplas ying/yang, e dos policiais mórbidos, deliciosamente ousados, com gags referenciais aos neo-noir e do cinema de acção oriundo desta "avant-garde" década. Aliás, este é um filme que tem os seus ares de hedonismo incorreto, e nesse aspeto explora, brincando à sua maneira, com as suas condições de exploitation, assim como enraizar o termo numa intriga bem vintage.

É entretenimento, como parece já ser cliché insinuar, à moda antiga, com um dupla erguida sob uma inesperada química, um argumento simples mas astuto, armadilhado com gags sem escrúpulos e uma ou outra surpresa que tornam este produto num irreverente do género. Ou será repescagem de outros tempos? Assim sendo, esta é o esticado dedo médio de Shane Black à sua constrangida experiência na Marvel Studios [Homem de Ferro 3]. 

Hugo Gomes



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos